Como fazer uma pesquisa de concorrência na mídia social

Ao tomar a decisão de que seu negócio terá uma presença social, e criar uma conta no Facebook, Twitter ou Google+, o que estamos procurando? Claro que é mais reconhecimento pelos usuários ou usuários em potencial, assim como ultrapassar nossos concorrentes, que provavelmente já estão um passo à frente de você (caso tenha pensado em entrar na mídia social agora). Mas para competir com nossos concorrentes, nas mídias sociais ou não, precisamos conhecê-los, certo?

É muito importante saber o que seus concorrentes estão fazendo para poder responder à altura, mas como descobrir o que está sendo feito do outro lado? O que seus concorrentes estão fazendo nas mídias sociais?

É preciso identificar algumas características da estratégia de seus concorrentes para compreender como sua concorrência atua nas mídias sociais. Se você não tem informações sobre seus concorrentes, e não sabe como obtê-las, confira algumas perguntas que podem ajudá-lo nisso:

Quem é seu público alvo?

O primeiro passo é definir o público-alvo, seu e de seus concorrentes. Nenhuma estratégia pode ser implementada sem a definição de quem ela irá atingir.

Grande maioria dos seus clientes não sabe o que você está fazendo nas redes sociais, no seu blog, e nos seus posts. É preciso limitar seus dados demográficos para determinar quem está te seguindo em cada plataforma.

Via Flickr

Se você não possui um público definido, analise a estratégia de seu concorrente para identificar a audiência que está atingindo, e se tudo isso está sendo eficaz.

Qual é a frequência de publicações? Qual é a frequência de interação com os seguidores?

Outra informação importante é a frequência com que seu concorrente está se comunicando com sua audiência. De acordo com o segmento onde atua, existe um limite de posts em cada plataforma social, assim é possível evitar poluir o feed de notícias de usuários que se importam com isso, ou, caso seu segmento seja diferente, poderá oferecer muita informação quando os usuários realmente buscam conteúdo. Pode não ser tão fácil encontrar esse equilíbrio, mas uma ótima maneira é analisar como anda a frequência de posts de seus concorrentes.

Via Flickr

Mas não basta analisar apenas a frequência com que seus concorrentes postam, mas também o quanto interagem com sua audiência. Muitas empresas possuem vários seguidores nas redes sociais, mas essa comunidade teria um valor muito maior se também houvesse interação. Identifique as ocasiões onde ocorre a interação de seus concorrentes com os usuários: eles respondem a todos ou apenas aos casos mais importantes?

O foco do seu concorrente é no conteúdo de qualidade, ou apenas em alavancar as vendas?

Equilibrar conteúdo de qualidade com conteúdo com foco em vendas, ou até mesmo institucional é um grande desafio. Qual seria a proporção adequada? Independente do que for definido, qualquer conteúdo oferecido deve ser de qualidade, portanto, oferecer valor à sua audiência. Fique de olho na estratégia do seu concorrente e tente publicar o mínimo de conteúdo jabá, focando mesmo na qualidade.

Em quais plataformas seu concorrente está atuando? Existe uma personalização da estratégia de acordo com a plataforma usada?

Seu concorrente estabelece uma estratégia personalizada para o Facebook, outra para o Twitter e ainda atua no Google+? Fique atento, pois esses esforços podem ser o ponto forte da estratégia de seu concorrente. Se você não pensou nisso, chegou a hora de considerar.

Via Flickr

Quem ele considera concorrência? Você ou outros concorrentes em comum? Como é o tratamento com a concorrência nas redes sociais?

Como é a abordagem de seus concorrentes em relação à competição? Eles chegam a mencionar competidores nas redes sociais, ou até você mesmo? Se algum concorrente abordar a estratégia de falar mal da competição, não caia na armadilha. Faça seu trabalho da melhor maneira possível que os usuários reconhecerão.

Tudo que for possível fazer para monitorar sua concorrência, vale a pena ser feito. Na mídia social a análise de concorrentes é obrigatória, e bem fácil por sinal. Analisar os esforços de sua competição é uma ótima maneira para se inspirar e melhorar seu produto.

Boa sorte!

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *